O professor Charles Tesser, do Departamento de Saúde Pública (SPB), publicou na Revista PHYSIS de Saúde Coletiva, edição de janeiro/março de 2018, o artigo “Uma categorização analítica para estudo e comparação de práticas clínicas em distintas racionalidades médicas”. O artigo visa compreender as abordagens de diferentes sistemas médicos, contribuindo para a compreensão e comparabilidade das suas práticas clínicas e de sua eficácia.

No artigo são estudados seis movimentos constituintes dos encontros clínicos em geral, como: acolhida do usuário; escuta das demandas; investigação do problema; elaboração da interpretação diagnóstica; socialização do diagnóstico; e elaboração, consensuação e execução da terapêutica, que podem ser associados a categoria analítica de Racionalidades Médicas, conforme Madel Luz. As racionalidades Médicas são sistemas complexos, simbólicos e empiricamente estruturados em dimensões fundamentais: cosmologia, doutrina médica, morfologia, fisiologia, sistema de diagnósticos e sistema de intervenções terapêuticas.

Confira o artigo na íntegra: https://bit.ly/2wyU0EC

Comments are closed.