O 3º Fórum Brasileiro de Direitos Humanos e Saúde Mental promoveu o lançamento de 21 obras de diversos autores sobre temas relevantes e atuais da Saúde. O lançamento ocorreu na Universidade Federal de Santa Catarina e reuniu obras de cerca de 54 pesquisadores. Ludmila Correia, Virgínia Levy, Edimilson Lima e Robert Whitaker foram alguns dos pesquisadores que participaram da ocasião. Em conversa com o SPB, eles falaram sobre a temática de seus trabalhos.

A professora de Direito na Universidade Federal da Paraíba, Ludmila Correia divulgou a obra “Dimensão Jurídico-política da Reforma Psiquiátrica Brasileira: limites e impasses”, organizada em parceria com a professora de Serviço Social na Universidade Federal do Rio de Janeiro Rachel Gouveia Passos. O trabalho resulta da identificação da necessidade de se pensar questões atuais no cotidiano das pessoas que atuam no campo da saúde mental e atenção psicossocial, seja nos espaços de atendimento, na pesquisa e extensão ou na militância política. “O livro reúne temas que estão diretamente relacionados ao Fórum, como manicômio judiciário, violação de direitos, acesso à justiça para as pessoas que sofrem por problemas mentais dentre outras questões no espaço de um Fórum que é plural e diverso”, destaca.

A obra “Visita à Bienal: diálogos Bakti (Vigotski)anos”, de Andrea Zanella e Luana Wedekin, foi lançada pela psicóloga Virgínia Levy. A pesquisadora contribuiu para produção de um dos capítulos da obra, intitulado “As ideias de Dostoiévski e as ideias de Marta Neves”. Em seu texto, compara a obra “Não ideias”, de Marta Neves, com a literatura “O Jogador – Apontamentos de um Homem Moço”, de Fiódor Dostoiévski. O capítulo, segundo a autora, trabalha o não julgamento de pessoas que passam por problemas mentais, aproximando a arte ao contexto de Saúde Mental. “Olhar para arte e ver que ela é um processo que tem a ver com a constituição do sujeito e compreender como a arte pode ajudar na saúde mental das pessoas”, explica.

O  “Imaginário Social Sobre a Loucura: cultura e prática de cuidado em Saúde Mental” foi o trabalho lançado pelo psicólogo Edmilson Duarte Lima. O autor busca produzir reflexões sobre saberes e práticas do cuidado no campo da saúde mental, levando em consideração os aspectos psicossociais, o cotidiano e o coletivo em busca por uma sociedade mais justa e sem manicômios. A obra é fruto de  sua pesquisa de doutorado sobre Matriciamento em Saúde Mental. “A proposta é falar da prática de saúde mental e analisar até que ponto ela promove a transformação do imaginário social da loucura nos espaços de um CAPS ou de um laboratório de Saúde Mental”, descreve.

Robert Whitaker, jornalista estadunidense, também aproveitou o Fórum para apresentar seu livro “Anatomia de uma Epidemia, Curas, Milagrosas, Drogas Psiquiátricas e o Aumento Assombroso da Doença Mental nos Estados Unidos”. Na obra, Robert aborda, a partir de uma ampla e rigorosa revisão bibliográfica, as razões de uma autêntica epidemia de transtornos mentais, com números alarmantes no mundo inteiro de pessoas com algum diagnóstico psiquiátrico, de prescrições de drogas psiquiátrica e de doentes crônicos dependem de tratamento psiquiátrico para sobreviver. O autor investiga quais são os efeitos das drogas em tempo largo. “Por tempo largo de tratamento psiquiátrico, nota-se que as drogas não melhoram a vida das pessoas medicadas. Devemos mudar o uso da Medicina”, afirma.

Confira mais imagens do lançamento de livros:

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Comments are closed.